Certa vez um homem com fama de mentiroso disse a um jovem marinheiro:

- A muitos anos conheci uma sereia. E esta pegou uma régua e traçou uma rota no oceano.

O marinheiro nada disse. Então o mentiroso continuou:

- Ela seguiu em linha reta até onde pode. Mas o oceano é grande e existe muitas rotas perdidas, uma encontrando-se com outra. E a pobre sereia perdeu-se, assim como os outros que tentaram.

O marinheiro, um pouco debochado, disse:

- Sereias não existem, e mesmo se existissem não perder-se-iam no oceano.

O mentiroso, levantando-se de onde estava, respondeu pacientemente ao marinheiro:

- Em uma coisa você está certo, sereias não existem. Mas, claro que perder-se-iam.

- Como? – Indagou o marinheiro.

Sorrindo e indo embora, o mentiroso falou:

- Basta estar apaixonado...

Ass. Carlos Enrique Alves