Dessa vez o jogo é outro. Eu te vejo pelo reflexo, mas, você não ta aqui.
Dessa vez o plano é outro. Eu te sinto ao meu lado, mas, o seu cheiro não esta aqui.
Dessa vez o destino é outro. Eu não caminho mais sozinha. Eu não corro mais na contra-mão. O caminho tá limpo, o tempo ta correndo. Desnorteia.

Dessa vez a dor é outra. Eu não te perco de vista, eu me perco em mim.
As estações passam num só pulo. Aqui me deito, lá eu me desperto. Aqui eu me visto, lá eu me despisto. Aqui eu me movo, lá eu me equilibro. Aqui eu me percebo, lá eu me ajeito.

Dessa vez a história é outra. Eu não me encontro mais aqui. Eu corro. Eu vôo. Eu não fico. Eu vou.

Respira fundo, porquê dessa vez, a partida é outra.
Respira fundo, porquê dessa vez você ta aqui.