Agora não dá
preciso contemplar o sol se pôr,
a lua surgir, o sereno baixar,
o tempo aproveitar
e só então novamente amar.

É perigoso deixar o precipitado acontecer
A alma pode sangrar,
um inverno intenso chegar
e o sol enfraquecer.

Doe-me tempo para aprimorar;
as flores regar, frutos coletar.
Não mais hesitações terei ao me entregar.

Não és justo que tenhas que me esperar
por favor, vá.
Talvez, em uma outra época,
após minha alma se restaurar,
possa, por fim, na minha vida entrar.

— F.R.Flor