Falta empatia. Falta coragem para se colocar no lugar do outro e ao menos tentar vivenciar a sua dor, o seu sofrimento, sem a necessidade de apontar o dedo. Porque julgar e criticar é muito fácil, já que ninguém sabe pelo que o outro está passando. Se cada um de nós tivesse o mínimo de sensibilidade e compreensão, certamente, o mundo seria um lugar mais humano e fraterno para se viver.