Quer saber mesmo a verdade? Eu estou gostando de você! Simples assim. Não consigo fazer tipo, não consigo fingir que não.
Não consigo deixar pra depois. Não funciono bem com esses joguinhos.
Eu ainda acredito que, se for recíproco, você vai gostar de ouvir tudo o que tenho para falar. Se for recíproco, você não vai se assustar e nem querer distância. Se realmente for de verdade, você vai sorrir e se sentir especial.

E é exatamente assim que quero que você se sinta. Esse lance de não demonstrar, de demorar para responder, de ir devagar, de esconder os sentimentos, isso não é pra mim. Assim como não consigo fingir simpatia, também não vejo porque esconder os meus sentimentos.

Eu estou gostando de você SIM, e é melhor que saiba disso logo. Assim, economizamos tempo e evitamos desgaste. Assim, a gente fica junto de uma vez ou cada um segue o seu caminho. Eu prefiro muito mais um não sincero do que aquele blá blá blá chato de quem não sabe o que quer da vida.

E também estou dispensando essa história de manter “esqueminhas” por todos os lados para suprir a carência e ir empurrando tudo com a barriga enquanto a tal da pessoa perfeita não aparece. Não! Quer saber? Eu estou mesmo gostando de você. Sei que é cedo.

Sei que talvez não dure pra sempre. Sei que você deve ter um monte de defeitos, assim como eu tenho os meus. Sei que as coisas mudam, mas é o que eu estou sentindo neste momento. Ao meu ver, confessar um sentimento não é um erro de quem diz, mas sim, de quem não sabe receber.

Se não for dessa vez, tenho certeza que existe alguém por aí que vai saber corresponder a esse sentimento. No momento, eu realmente gostaria muito que essa pessoa fosse você, mas, se não for, acho que mereço saber logo disso. E então? Eu gosto de você. E aí? O que me diz?