Existe uma louca vontade de crescer
Depois existe uma vontade de encontrar aquela criança que brincava com as horas

Existe um desejo pela completa solidão
Até que alguém nos mostra a nossa completude
Existe o medo de amar
E depois o medo de perder o amor
Existe o desejo de passar a vida inteira com alguém
E depois quando estamos próximos ao fim da vida, existe o medo da vida sem este alguém.

Existe uma vontade de ter filhos
Depois a ausência, a casa repleta do silêncio que eles deixaram quando foram viver como adultos
Existe uma porção de palavras que deveríamos ter dito
Depois existe o eco
Existe o primeiro “oi”
E talvez não exista tempo para
o “adeus”

Viver é saber que os momentos bons e as pessoas que amamos deixarão um buraco dolorido em nosso peito
Quando a vida encerrar as suas estações, os seus ciclos.
É uma gratidão que dói
Mas sorri enquanto chora