Talvez nossa citação favorita fale mais de nós mesmos que da história ou da pessoa que escreveu.