O Amor é uma pessoa com vários mares, que juntam formando UM e com suas essência me envolvem. Eu nunca havia sentido tal sensação, a sensação de ser envolvida, chamada, atraída para se divertir em meio ondas de amor, eu nunca tinha visto o mar, onde eu estava era tudo muito seco... eu era alguém acostumada com a superficialidade, com o raso, para mim tudo estava bom... eu estava precisando mergulhar nesse amor, nem que fosse até as panturrilhas mas não sabia! até que um dia por meio de alguém que já havia desfrutado da beleza das cores e sentido um pouco do que eram as ondas de amor me chamou pra ser levada!

Quando vi as cores, e experimentei um pouco daquele conjunto de vida, senti minhas lágrimas de felicidade se misturar com o salgado do mar, eu havia encontrado meu lugar, eu me perdi em mim e fui achada nEle.
Me cansei de caminhar... ou eu corria pro raso outra vez, ou me deixava afundar de vez. Nunca consegui dar conta de caminhar com a minha força, então eu me rendi, as ondas do amor me envolveram, me levaram pra dançar, eu fui a um lugar, onde não se fala, lá não se fala nada, mas se sente muito... O PROFUNDO NÃO É UMA SENSAÇÃO é mais Muito mais do que isso! é um conjunto... um oceano de vida, de sensações inexplicáveis, onde você de fato sente a presença do amor, não só isso mas você também percebe o amor. Ele é uma pessoa, Ele fala, ouve, sente, e ama quando os filhos se envolvem, se alegram e se afundam em quem Ele é.