Se afogue em sua própria escuridão
Aquela que você criou
Do mundo não se escondeu
E agora sofre de dor
Não externa, mas interna

Morra internamente
Deixe seu sangue fluir
O vermelho transbordar
E você irá se afogar
Na sua própria desgraça
No seu proprio rancor
Na sua vida sem sentido
Na sua vida de dor profunda

Umas pílulas ali e outras aqui
Uma corda no pescoço e uma cadeira no chão
Se afogue com sua escuridão
Pois as pessoas não vivem nela
Elas criam ela
Assim como você criou a sua
Com a sua própria desgraça
Seu próprio coração obscuro
Seu próprio vermelho e preto.

×××××××

Drown in your own darkness
The one you created
The world did not hide
And now you suffer from pain
Not external but internal

Die internally
Let your blood flow
The red overflow
And you will drown
In his own misfortune
On your own grudge In your meaningless life
In your life of deep pain

Some pills there and others here
A rope around the neck and a chair on the floor
If you drown with your darkness
Because people do not live in it
They create her
Just as you created your
With his own misfortune
Your own dark heart
Its own red and black.