"Nos olhos deles eu consigo ver a tempestade chegando..."
E queria eu que não fosse verdade,
Queria eu que tudo, fosse só um sonho
Queria eu, ser invisível aqui

Deixe o mar me afogar, eu quero ir enquanto ainda tenho tempo
Minha agonia mata tanto quanto a minha saudade
Meu desespero se mistura ao cheiro teu
Cheiro e ao vinagre que deixei penetrar nos meus olhos
Meus profundos incompletos mares

(créditos ao autor da imagem)