Eu me perdi de mim
Segui um caminho do qual não sei voltar
Tudo pesa de mais
Tudo machuca de mais
E de tanto mais eu já não existo mais
Deixei minha alma ir
Se soltar de mim
E agora sou só um vazio
Um resquício de minha alma
Meus sonhos, desejos e lembranças se foram
O que sobrou foi somente a tristeza
Preenchendo cada átomo de meu corpo
Me fazendo cair em um precipício de decepções
Do qual eu jamais irei sair
Queria tanto ser tudo que acabei por me tornar um nada
Deixei-me acabar assim
O peso na consciência me afundou por completo
Em um mar chamado vida

-Júlia Gauss