Orquestra Urbana. Esse é o nome do meu projeto de conclusão de curso (TFG) na faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Por falar em arquitetura o que eu aprendi cinco anos com ela, aprendi que pessoas projetam para pessoas e só pessoas salvam pessoas.

A arquitetura é concreto democrático , é para todos ou devia ser. Você como arquiteto projeta a cidade mas você pouco viveu nela. Viveu nos corredores da faculdade, no seu quarto projetando durante dias e noites, entre um café e outro. Pelo menos nesses cinco anos, eu não vivi pretendo viver agora.

Já que estou falando sobre os anos na faculdade de arquitetura eles são traumáticos e ao mesmo tempo infinitos e espetaculares. Não existe nada igual. E você já sabe disso ou vai saber,ou melhor, vai sentir.

Sentir, eu sinto muito. E sobre tudo, acho que nasci para me envolver. Orquestra Urbana é minha ideologia de somar as duas artes música e arquitetura. Era democratizar o acesso à cultura musical através da arquitetura.

Aos 24, mas eu espero sempre como 1° ato o que a arquitetura me ensinou a ter empatia e ter resistência. Porque sonhar me salva todos os dias , e o bom projeto salva pessoas.