Fiquei horas pensando em como fazer isso, fui dobrando as roupas uma a uma e assim criando uma imensa pilha, não percebi o tamanho dela até que ela então tombou de lado. E então, como uma pilha de roupas eu cai ao chão, meus pensamentos não conseguiam se encaixar, e eu, não sabia ainda como te dizer. Eu não encontrava as palavras certas. Mas eu nem entendo o porque, já que eu sabia que você não estava mais aqui, você já partiu a muito tempo. Eu olho para você todos os dias, e não te vejo, não te encontro, você se foi e só restou seu corpo. Então não existem mais palavras a serem ditas, mesmo que eu as procure em meio a todos os dicionários, então resolvi, arrumei as malas e parti.