Eu sou a incerteza, sou a dúvida, sou o talvez. Sou a solução e o problema, eu sou eu e sou o que eu mais odeio. Não dá pra entender nem definir o que eu sou, porque eu sou tudo, e ao mesmo tempo, eu não sou nada.

São Paulo    http://living-lie.tumblr.com/