A verdade é que a maioria das coisas realmente emocionantes da minha vida fazem parte da minha imaginação, e depois, dos meus meus textos e histórias.

   http://blodegarota.blogspot.com/