Dias vão, dias vem, uns em vão, outros nem...

A solidão é meu cigarro, não sei de nada e não sou de ninguém. Eu entro no meu carro e corro... Corro demais só pra te ver, meu bem. Um vinho, um travo amargo, e morro. Eu sigo só, porque é o que me convém. Minha canção é meu socorro...    http://about.me/uivo