“Também não sei se o que me prende tanto a você. Deve ser justamente essa impossibilidade de sermos, finalmente, nós.”

País das maravilhas,    http://apenas-outra-alice.tumblr.com/