Não há eu por hoje, e eu espero sobreviver à essa enorme inexistência de mim.

   http://obsessionb.tumblr.com/