Ela era branca, branca. Dessa brancura que não se usa mais. Mas sua alma era furta-cor. [ Mário Quintana ]

Brasil    http://www.facebook.com/bi.branquinha